O que é Catarata?

A catarata é uma patologia dos olhos que consiste na opacidade parcial ou total do cristalino ou de sua cápsula. Pode ser desencadeada por vários fatores, como traumatismo, idade, Diabetes mellitus, uveítes, uso de medicamentos,etc.. Tipicamente apresenta-se como embaçamento visual progressivo que pode levar a cegueira ou visão subnormal.
É uma doença conhecida há milhares de anos e sua cirurgia já é realizada há séculos.
Atualmente, a técnica cirúrgica mais moderna para o tratamento da catarata consiste na remoção do cristalino por microfragmentação e aspiração do núcleo, num processo chamado Faco-emulsificação, e posterior implante de uma lente intra-ocular.
A evolução da técnica permite hoje incisões muito pequenas, entre 2 e 3 milímetros, o que dispensa a necessidade de sutura e possibilita que o paciente seja submetido à cirurgia de catarata com anestesia tópica (apenas colírios), saindo da sala de cirurgia já enxergando, com uma visão bem próxima da visão esperada, a qual costuma ocorrer em cerca de 1 mês após a cirurgia catarata.

Esta figura mostra os passos da cirurgia de catarata e implante da lente intraocular.

Esta figura mostra os passos da cirurgia de catarata e implante da lente intraocular.

Como é a Cirurgia Catarata (Facoemulsificação)?

Ocorreram grandes avanços na cirurgia de catarata. Todos os anos, milhões de pessoas submetem-se a este tipo de procedimento para melhorar a visão, obtendo excelentes resultados. A remoção da Catarata é um tratamento simples porém muito delicado. Atualmente existe um elevado grau de recuperação visual com segurança devido ao dispendioso treinamento dos oftalmologistas e do grande avanço tecnológico dos aparelhos de facoemulsificação e das lentes intra oculares.
Uma minúscula incisão é feita no olho. Através dessa incisão, o cirurgião introduz um instrumento, aproximadamente do tamanho de uma ponta de caneta para diluir e aspirar seu cristalino embaçado. Uma vez que o cristalino embaçado foi removido, o próximo passo é substituí-lo. Ou seja, implantar um cristalino artificial, que funcionará como seu próprio cristalino natural. Este cristalino artificial é chamado de lente intraocular ou LIO.