Coceira nos olhos: 4 dicas para aliviar o problema

January 31, 2019

 

Quem nunca coçou os olhos que jogue a primeira pedra. Apesar de ser uma ação normal e instintiva, levar as mãos aos olhos é perigoso e pode abrir portas para a entrada de sujeiras e microrganismos neste órgão tão sensível. Mas você sabe o que pode causar coceira nos olhos? De alergias a infecções, o distúrbio pode ser bem incômodo, porém algumas dicas podem ajudar a aliviar o prurido ocular e evitar que outras doenças surjam na região. Quer saber quais são essas orientações?

 

Continue a leitura e descubra!

 

 

Coceira nos olhos: 5 causas para o desconforto

 

Antes de falarmos sobre como aliviar a coceira nos olhos, é importante destacar quais doenças podem produzir esse desconforto. Desse jeito é possível buscar ajuda e orientação do médico Oftalmologista e se prevenir de complicações futuras.

 

 

1 - Alergias oculares

 

Muitas situações podem desencadear alergias oculares. O ar seco, a exposição ao ar condicionado, fumaça de cigarro, ácaros, pelos de animais, poeira e pólen podem facilitar o desenvolvimento do problema. Entre os sintomas das alergias oculares estão

irritação, vermelhidão, desconforto, sensibilidade para abrir os olhos - aquela sensação de areia e cansaço ocular -, e coceira nos olhos.

 

2 - Conjuntivite

 

A doença é uma inflamação da conjuntiva – a membrana mucosa fina e transparente que recobre a parte branca dos olhos e também a região interna da pálpebra – e pode ser causada por vírus, bactérias e também por alergias. Apesar de não ser grave, a conjuntivite é incômoda e pode prejudicar a qualidade de vida e a rotina do indivíduo por alguns dias.

 

A coceira nos olhos é um dos sintomas da conjuntivite. Além disso, a doença causa outros desconfortos como vermelhidão ocular, inchaço e produção de secreções. Aqui no blog da UPO você encontra outras informações sobre esse distúrbio no artigo “Como prevenir a conjuntivite”.

 

3 - Síndrome do olho seco

 

A coceira nos olhos também pode ser causada pela síndrome do olho seco. A doença é caracterizada pela falta ou pela má qualidade da produção das lágrimas. Desse jeito os olhos ficam ressecados, sem lubrificação e sensíveis. A síndrome do olho seco pode surgir com a exposição excessiva ao sol, ao ar-condicionado, a poluição, ao vento e à baixa umidade. Outros fatores como trabalhar muitas horas na frente do computador, o uso de lentes de contato, de medicamentos para acne, antidepressivos e diuréticos podem aumentar as chances do aparecimento da doença.

 

Quer mais informações sobre a doença? Leia o nosso artigo “Você sabe o que é a Síndrome do Olho Seco?” e descubra.

 

4 - Cansaço visual

 

Você já reparou que após muitas horas na frente do celular ou do computador os olhos costumam coçar? Isso pode ser sinal de cansaço visual. Quando permanecemos muito tempo na frente destes dispositivos esquecemos de piscar, uma função importantíssima para o nosso organismo. O ato é responsável por hidratar e lubrificar a estrutura ocular. Quando deixamos de piscar, os olhos ficam ressecados, sensíveis e sintomas como vermelhidão, coceira, ardência, sensação de peso nas pálpebras e maior sensibilidade à luz podem surgir.

 

Por isso é muito importante prestar atenção na horas passadas em frente ao celular e ao computador para evitar o sintomas do cansaço ocular. Saiba mais no nosso artigo “3 dicas para amenizar os sintomas de cansaço visual”.  

 

5 - Lentes de contato

 

Apesar de serem a salvação para quem não se adapta ou não gosta de usar óculos, as lentes de contato pedem muito cuidado e atenção. Isso porque elas ficam diretamente nos olhos e existem chances de o alívio em dar adeus aos óculos se transforme em um pesadelo. O uso excessivo e a falta de cuidado com as lentes de contato podem levar ao desenvolvimento de irritação e coceira nos olhos. Por isso é muito importante saber como higienizá-las, guardá-las e como utilizá-las da melhor maneira possível.

 

Algumas atitudes podem deixar o uso das lentes de contatos mais seguro e confortável. Saiba tudo no artigo "9 dicas para cuidar das lentes de contato".

 

6 - Inflamações da pálpebra

 

A coceira nos olhos também pode surgir como resultado de inflamações da pálpebra. Doenças como a blefarite e o terçol atrapalham a hidratação das estruturas oculares, fazendo com que elas sofram com irritações, inchaços, vermelhidão e queimação.

Outra característica dessas doenças é a secura ocular, o que deixa a superfície do órgão ainda mais sensível e vulnerável ao prurido.

 

 

__________________________________

 

CLIQUE NO LINK E LEIA TAMBÉM NOSSOS E-BOOKS:

 

 

_________________________________________

 

 

4 dicas para aliviar a coceira nos olhos

 

Como você viu até agora, várias doenças podem causar a coceira nos olhos. Mas é importante ter cuidado para não coçar essas estruturas e deixá-las ainda mais vulneráveis ao surgimento de doenças. Pode parecer difícil, mas essas dicas vão te ajudar a não colocar as mãos nos olhos e manter os órgãos seguros.

 

1 - Lave os cílios

 

Pode parecer uma atitude boba, mas lavar os cílios pode ajudar a amenizar a coceira nos olhos. Isso porque o prurido pode ser causado pela presença de sujeira, oleosidade e outros agentes irritantes. A dica é lavar bem os cílios com shampoo neutro, deixando a região limpinha e os olhos protegidos.  

 

2 - Faça compressas geladas

 

Outra dica para aliviar a coceira nos olhos é o uso de compressas geladas. Elas podem ser feitas com rodelas de pepino, de batata, além de chás de camomila e calêndula. Substâncias calmantes são ótimas para compressas geladas na região dos olhos. Além de aliviar o prurido, ainda melhora os sintomas de alergias - uma das causas para a coceira.

 

3 - Use colírios para lubrificar os olhos

 

Algumas doenças e desconfortos oculares podem ser tratadas com o uso de colírios. É o caso da coceira ocular. Apesar de parecerem simples e de serem de fácil acesso em qualquer farmácia, o produto é um remédio e precisa de indicação de um médico Oftalmologista. Além disso, o colírio também necessita de cuidados na hora da sua aplicação. Aqui no blog da UPO você encontra o artigo "Como usar colírio corretamente: 7 dicas para você não errar" com dicas para aplicar o produto sem comprometer os olhos.

 

4 - Faça pausas e descanse os olhos

 

Se você trabalha o dia inteiro em frente ao computador, é importante fazer pausas regulares. Saia para tomar um café, dê uma volta pelo escritório, vá até o banheiro. Não importa. Tire alguns minutos para descansar os seus olhos da tela e relaxar um pouco a visão. Nesses momentos de pausa, evite também o celular. A iluminação desses dispositivos também interfere na saúde ocular e causa coceira nos olhos.

 

 

Além de todas essas dicas é muito importante buscar ajuda de um médico Oftalmologista, principalmente quando a coceira nos olhos demorar mais de 3 dias para aliviar ou passar. Só com a visita ao especialista é possível diagnosticar o agente causador do prurido e tratar a doença corretamente.

 

Nestes momentos conte com a UPO Oftalmologia.

 

 

Marque a sua consulta na UPO. São 8 unidades em São Paulo e no ABC Paulista para melhor te atender.

Visite o nosso site e encontre a clínica mais perto de você: www.upo.com.br.
Estamos te esperando.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

E-book: Cirurgia Refrativa - O que é, quem pode fazer e como funciona

July 26, 2018

1/3
Please reload

Posts Recentes