Você sabe qual a diferença entre miopia, hipermetropia e astigmatismo?

March 28, 2018

 

Miopia, hipermetropia e astigmatismo. Você com certeza já ouviu falar dessas três doenças oftalmológicas, né? Elas são os vícios de refração e, segundo estimativas do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, atingirão cerca de 70% da população brasileira em algum momento da vida. Esses distúrbios são os mais comuns quando o assunto é problemas na visão. Mas você sabe qual é a diferença entre miopia, hipermetropia e astigmatismo?


Esses problemas interferem diretamente na forma como enxergamos o mundo ao nosso redor. Imagens embaçadas, desfocadas, dificuldades para leitura, para visualizar o letreiro do ônibus e etc. Tudo isso pode surgir por causa de um desses três distúrbios.

 

Apesar de famosos, populares e bem comuns, muita gente ainda se confunde e não consegue diferenciar um do outro. Pensando nisso, separamos as principais diferenças entre os três problemas, assim como seus sintomas e formas de correção.

 

Confira!

 

 

Qual é a diferença entre miopia, hipermetropia e astigmatismo?

 

Os três distúrbios afetam a maneira como nós enxergamos o mundo a nossa volta. As imagens ficam embaçadas, confusas e embaralhadas e afetam a nossa qualidade de vida e desempenho, principalmente durante a idade escolar. Aprenda a diferença entre esses três problemas comuns de visão:

 

 

1. Miopia

 

A miopia é o famoso problema para enxergar de longe. A doença ocorre quando os olhos são mais longos do que o normal. Desse jeito, a imagem é formada antes da retina, fazendo com que os objetos que estão distantes sejam difíceis de serem focalizados. Por isso, os principais sintomas da miopia são: visão embaçada à distância, dificuldade para identificar objetos afastados, para assistir a filmes, dirigir automóveis e etc.

 

A miopia tem como principal causa a hereditariedade e costuma surgir na fase de crescimento, ainda na infância ou na adolescência. E quanto mais cedo ela aparecer, mais severa ela será com o passar dos anos. Quando a criança tem uma queda brusca no rendimento escolar, é importante investigar se a visão sofreu alguma alteração.

 

Quando não corrigida, a miopia pode provocar dores de cabeça, lacrimejamento ou tensão ocular. O distúrbio pode ser tratado com o uso de óculos, lentes de contato e com cirurgia – desde que haja indicação para tal.

 

 

2. Hipermetropia

 

Se na miopia os olhos são mais longos e por isso a imagem é formada antes da retina, na hipermetropia ocorre o contrário. Nesse distúrbio, os olhos são menores do que o normal e a luz se converge atrás da retina. Por isso os hipermetropes têm dificuldade em enxergar de perto.

 

Os principais sinais de alerta para a hipermetropia são: visão embaçada mais para perto, dores de cabeça ou cansaço ocular, sensação de peso ao redor dos olhos, ardor, vermelhidão nos olhos e lacrimejamento ocular.

 

A hipermetropia é muito comum em crianças, mas pode desaparecer ou diminuir com o passar dos anos. A correção desse distúrbio se dá por meio de óculos, lentes de contato e cirurgia.

 

CLIQUE NO LINK E LEIA TAMBÉM NOSSOS E-BOOKS:

 

 

3. Astigmatismo

 

O astigmatismo é quando a visão se embaralha e é difícil focar não importa se para perto ou para longe. Isso ocorre porque a córnea possui uma curvatura irregular. Desse jeito, os raios de luz não chegam juntos ao mesmo ponto da retina. As imagens, portanto, são formadas sem foco algum.

 

Esse distúrbio é associado ao cansaço visual e também a irregularidade de piscadas. Quem possui astigmatismo sente muita fadiga ocular, além de dores de cabeça por forçar demais a vista.

 

Nesses casos, lentes de contato corretivas podem ser usadas, assim como os óculos. As cirurgias são recomendadas apenas em casos muito extremos.

 

 

4. Vista cansada ou presbiopia

 

Apesar de não ser tão comum quanto os outros três problemas, a presbiopia também é um problema de visão que prejudica a vida de muita gente. Ela aparece normalmente após os 40 anos e é a famosa “vista cansada”. O problema dificulta a visualização objetos de perto e atrapalha em muito a leitura. A presbiopia pode ser corrigida com o uso de óculos e lentes de contato.

 

 

O mais importante no caso de qualquer problema ocular é procurar ajuda de um médico Oftalmologista. Tanto a miopia quanto a hipermetropia e o astigmatismo causam prejuízos, atrapalhando a produtividade na escola, no trabalho e também na vida pessoal.

 

Os pais de crianças em fase escolar precisam estar atentos às queixas dos filhos sobre eventuais dificuldades em enxergar. A visita ao Oftalmologista precisa ser regular tanto para crianças, como jovens, adultos e idosos. Os problemas de visão podem ser diagnosticados ainda no início, sem prejudicar seriamente a vida do indivíduo.

 

 

 

Marque a sua consulta na UPO. São 8 unidades em São Paulo e no ABC Paulista para melhor te atender.

 

Visite o nosso site e encontre a clínica mais perto de você: www.upo.com.br

 

Estamos te esperando.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

E-book: Cirurgia Refrativa - O que é, quem pode fazer e como funciona

July 26, 2018

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload