Como escolher os óculos de grau: 5 dicas para não errar

November 27, 2018

 

 

Sair do consultório do médico Oftalmologista com uma receita de óculos de grau pode ser uma boa novidade e também uma oportunidade de juntar o útil ao agradável: voltar a enxergar corretamente e ainda dar uma mudada no visual. Mas nem sempre escolher os óculos de grau é uma tarefa muito fácil. Isso porque o mercado é cheio de opções de armações, cores, designs e tipos de lentes. Tem preferências para todos os gostos, bolsos e necessidades.

 

Pensando em te dar aquela ajuda, separamos 5 dicas para você não errar na hora de escolher os óculos de grau.

 

1 - O primeiro passo para escolher os óculos de grau é: encontrar uma ótica de confiança

 

O primeiro passo para escolher o óculos de grau de qualidade é encontrar uma ótica de confiança. Vale a pena pesquisar, conhecer, conversar com amigos e bater perna. Várias lojas possuem sites e você pode conferir as marcas de armações e também das lentes - o item mais importante dos seus óculos e que deve ser comprado com muito cuidado.

 

2 - Experimente, experimente, experimente: escolha uma armação que se adeque ao formato do seu rosto

 

Você sabia que cada formato de rosto harmoniza melhor com tipos específicos de armações de óculos? Por isso é tão importante experimentar vários modelos até encontrar o que combine mais com você. Quer saber qual fica melhor para cada rosto?

 

  • Rosto redondo: quem tem esse formato de face deve optar por óculos mais finos, com linhas retas e formato retangular;

  • Rosto quadrado: quem tem esse tipo de rosto pode escolher entre os óculos redondos e também pelas armações menores;

  • Rosto oval: quem tem o rosto oval é privilegiado já que ele combina com qualquer tipo de armação;

  • Rosto triangular: para as faces triangulares, as melhores opções são os óculos com armações grandes e arredondadas.

 

Muito mais do que seguir uma regra de formato de rosto vale sempre a pena escolher o modelo que você mais gostou.

 

CLIQUE NO LINK E LEIA TAMBÉM NOSSOS E-BOOKS:

 

 

3 - Conheça o material e a espessura da armação: ele também influencia no conforto durante o uso dos óculos

 

Os óculos precisam ser confortáveis e ter boa durabilidade, principalmente se eles são de uso contínuo. É por isso que escolher o material e saber a espessura da armação é fundamental. Os óculos podem ser feitos de:

 

  • Acetato: o material mais comum, com grande resistência, flexibilidade e durabilidade;

  • Metálico: geralmente as armações metálicas são produzidas com titânio e são mais indicadas para lentes mais finas;

  • Emborrachadas: esse tipo de armação é indicado para crianças, já que são mais flexíveis e mais seguras;

 

4 - Informe-se sobre os tipos de lentes disponíveis: nem todas podem resolver o seu problema de visão

 

As lentes de óculos não são todas iguais. Não é só o grau que as difere. Ainda neste artigo você vai descobrir que elas podem ter muito mais peculiaridades do que apenas corrigir um erro de refração. Mas pensando apenas em problemas para enxergar, cada tipo de lente é indicado para casos específicos, por exemplo:

 

  • Lentes simples: são indicadas para quem possui apenas um tipo de erro de refração, como hipermetropia ou miopia ou astigmatismo;

  • Lentes bifocais: esse tipo é indicado para aqueles pacientes que possuem dificuldade para enxergar tanto de perto quanto de longe;

  • Lentes multifocais: já essa lente é indicada para quem possui múltiplos problemas de visão, possibilitando que a pessoa enxergue objetos que estão perto, em distâncias medianas e também longe.

 

Além de se diferenciarem em tipos, as lentes também podem ser feitas de elementos distintos. Porém o material mais usado hoje em dia é o acrílico. Ele é mais leve, dura muito tempo, é mais seguro, resistente e mais confortável para o paciente.  

 

É importante destacar que todas as lentes são obrigadas a ter proteção UV contra os raios de sol. Lembre-se sempre de se certificar sobre isso. Essa defesa é muito importante para garantir a saúde dos seus olhos.

 

5 - Suas lentes precisam de funcionalidades extras? Conheça algumas delas

 

As lentes dos óculos de grau também podem receber outras funcionalidades complementares, como:

 

  • Antirreflexo: evita os incômodos do excesso de luz - solar ou artificial;

  • Antiabrasiva: tem como principal função dar uma proteção a mais para a lente, diminuindo as chances de ela arranhar em quedas;

  • Aniestática: impede o acúmulo de poeira nas lentes;

  • Liporrepelente: perfeita para quem vive com as lentes sujas, já que não permite que manchas de gordura se acumulem nas lentes.

 

Viu como é importante saber escolher os óculos de grau? Um produto de qualidade faz toda a diferença na maneira de como você vai enxergar o mundo. Óculos e lentes de qualidade duram muito tempo e só precisam ser trocados quando houver necessidade.

 

Mas já sabe, né? Nada de levar mais de um ano entre uma visita e outra ao Oftalmologista.

 

 

 

Marque a sua consulta na UPO. São 8 unidades em São Paulo e no ABC Paulista para melhor te atender.

 

Visite o nosso site e encontre a clínica mais perto de você: www.upo.com.br

 

Estamos te esperando.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

E-book: Cirurgia Refrativa - O que é, quem pode fazer e como funciona

July 26, 2018

1/3
Please reload

Posts Recentes