Prevenção do glaucoma: saiba como evitar a doença

April 3, 2019

 

 

O glaucoma é uma doença silenciosa e muito perigosa. Ela causa o aumento da pressão intraocular e pode levar à perda permanente da visão. Durante todo o mês de março nós falamos aqui no blog UPO sobre várias características desta doença. No artigo de hoje vamos te contar como ocorre a prevenção do glaucoma.

 

Mas que tal dar uma relembrada em todos os tópicos que abordamos durante as semanas anteriores? Continue a leitura e relembre.

 

 

O que é o glaucoma?

 

 

O glaucoma é uma doença ocular relacionada ao aumento da pressão intraocular. O distúrbio atinge o nervo óptico, estrutura responsável pela nossa capacidade de enxergar, e destrói as células da retina que enviam os impulsos nervosos ao cérebro.

 

Normalmente o glaucoma é associado ao aumento da pressão intraocular – aquela dentro do olho -, causada por alterações no fluxo do líquido que preenche parte do órgão. A doença vai degradando lentamente o nervo óptico e, aos poucos, essas fibras vão morrendo, até que a visão seja totalmente comprometida.

 

O perigo do glaucoma é o seu desenvolvimento lento e assintomático. Muitas pessoas só percebem a doença quando ela já está avançada e comprometendo seriamente a visão – em alguns casos de forma permanente. Quando não tratada corretamente, a doença pode progredir para a cegueira. Por isso é tão importante a prevenção do glaucoma.

 

Saiba sobre a doença no nosso artigo “O que é glaucoma: entenda a doença e seus fatores de riscos”.

 

 

Quais são os tipos de glaucoma?

 

 

O glaucoma pode ser dividido em quatro tipos: o de ângulo fechado, o de ângulo aberto, o congênito e o secundário.

 

  • Glaucoma de ângulo fechado: este tipo da doença acontece quando a saída do fluido é bloqueada subitamente. Desse jeito, a pressão intraocular aumenta muito mais rápido, causando muita dor.

  • Glaucoma de ângulo aberto: é a forma mais comum da doença. Surge gradualmente e, aos poucos, a drenagem do olho vai diminuindo, aumentando a pressão intraocular e lesionando o nervo óptico.

  • Glaucoma secundário: é aquele causado por fatores externos. A diferença dessa vertente para os outros tipos de glaucoma se dá pela sua ocorrência. Ela pode ser consequência do uso excessivo de determinadas medicações ou como sintoma de outras doenças oculares.

  • Glaucoma congênito: é o tipo raro e se trata de uma doença hereditária. A criança já nasce com o glaucoma e a pressão intraocular sofre alterações ainda na formação do feto. É essencial que a doença seja diagnosticada o mais rápido possível para que a visão não seja prejudicada.

 

Para entender melhor sobre todos os tipos da doença leia o artigo completo aqui.

 

__________________________________

 

 

CLIQUE NO LINK E LEIA TAMBÉM NOSSOS E-BOOKS:

 

Cirurgia Refrativa: o que é, quem pode fazer e como funciona

Guia completo sobre glaucoma: o que é, quais são os sintomas, como é o diagnóstico e o tratamento

Guia completo sobre catarata: quais são os tipos, sintomas, fatores de risco e como é a cirurgia de remoção

Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI): entenda uma das causas de cegueira em idosos

Retinopatia Diabética: guia completo sobre a doença

 

_________________________________________

 

 

 

Como é feito o diagnóstico do glaucoma?

 

O glaucoma pode ser diagnosticado através de exames simples e mais complexos como:

 

  1. Tonometria;

  2. Oftalmoscopia;

  3. Campo Visual Computadorizado;

  4. Gonioscopia binocular;

  5. Paquimetria ultrassônica.

 

 

Como é feito o tratamento?

 

O tratamento do glaucoma pode ser feito com uso de colírios, medicamentos orais, cirurgias convencionais e também por laser. Entenda cada um dos procedimentos no artigo Tratamento do glaucoma: conheça as principais terapias.

 

 

Prevenção do glaucoma: como se proteger da doença?

 

Infelizmente a prevenção do glaucoma não é possível. Porém algumas medidas podem nos ajudar a conviver de maneira harmônica com a doença. Separamos algumas dicas:

 

  • Tenha uma alimentação saudável, diversa e rica em vitaminas;

  • Pratique atividades físicas, elas podem ajudar a reduzir a pressão ocular;

  • Beba água na medida certa, o excesso de líquido pode aumentar temporariamente a pressão dos olhos;

  • Visite regularmente um médico Oftalmologista, o glaucoma precisa ser monitorado e avaliado constantemente para evitar a perda da visão.

 

Mesmo que a prevenção do glaucoma não seja realidade, com essas atitudes é possível controlar a doença e normalizar a pressão intraocular, evitando a perda de visão. O glaucoma não tem cura, mas é possível de ser tratado e controlado desde que seja descoberto logo no início.

 

Quer saber mais sobre esse distúrbio? Aproveite então e faça o download do e-book “Guia Completo Sobre Glaucoma”. Nele você encontra todas as informações sobre a doença, assim como as causas, sintomas e tratamentos. Clique aqui e acesse o material exclusivo da UPO Oftalmologia.

 

A melhor maneira de prevenir o glaucoma e outras doenças oculares é visitar regularmente o médico Oftalmologista.

 

Nestes momentos conte com a UPO Oftalmologia.

 

 

 

 

Marque a sua consulta na UPO. São 8 unidades em São Paulo e no ABC Paulista para melhor te atender.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

E-book: Cirurgia Refrativa - O que é, quem pode fazer e como funciona

July 26, 2018

1/3
Please reload

Posts Recentes