Tipos de glaucoma: saiba mais sobre a doença e seus sintomas

March 11, 2019

 

 

Março é o mês dedicado à conscientização do glaucoma. Como já contamos por aqui,  o glaucoma é uma doença ocular relacionada ao aumento da pressão intraocular. O distúrbio atinge o nervo óptico, estrutura responsável pela nossa capacidade de enxergar, e destrói as células da retina que enviam os impulsos nervosos ao cérebro. Mas você sabia que existem vários tipos de glaucoma?

 

Basicamente o glaucoma pode ser dividido em quatro tipos: o de ângulo fechado, o de ângulo aberto, o congênito e o secundário. Continue a leitura e entenda a diferença e as variedades da doença.

 

 

Conheça os tipos de glaucoma

 

 

Glaucoma de ângulo fechado

 

Esse tipo de glaucoma acontece quando a saída do fluido é bloqueada subitamente. Desse jeito, a pressão intraocular aumenta muito mais rápido, causando muita dor. Mas qual é o perigo desse para os outros tipos de glaucoma? Bom, o de ângulo fechado é considerado emergencial e é muito perigoso. Ele precisa de tratamento rápido para evitar a perda da visão.

 

 

Glaucoma de Ângulo aberto

 

É a forma mais comum da doença. Surge gradualmente e, aos poucos, a drenagem do olho vai diminuindo, aumentando a pressão intraocular e lesionando o nervo óptico. Mais de 90% dos portadores de glaucoma possuem esse tipo da doença. Ela afeta a visão lentamente e é – muitas das vezes – assintomática. É mais comum em indivíduos míopes, com mais de 65 anos, negros e com a córnea fina. O diagnóstico precoce é indispensável para o controle da doença.

 

__________________________________

 

 

CLIQUE NO LINK E LEIA TAMBÉM NOSSOS E-BOOKS:

 

 

_________________________________________

 

 

Glaucoma secundário

 

O glaucoma secundário é aquele causado por fatores externos. A diferença dessa vertente para os outros tipos de glaucoma se dá pela sua ocorrência. Ela pode ser consequência do uso excessivo de determinadas medicações ou como sintoma de outras doenças oculares. Essas situações dificultam o escoamento de humor vítreo, aumentando a pressão intraocular e levando ao surgimento do glaucoma. O tipo secundário da doença também pode estar associado a:

 

 

Glaucoma congênito

 

O último tipo de glaucoma é o congênito. Ele é raro e se trata de uma doença hereditária. A criança já nasce com o glaucoma e a pressão intraocular sofre alterações ainda na formação do feto. É essencial que a doença seja diagnosticada o mais rápido possível para que a visão não seja prejudicada. Por isso é importante a realização do teste do olhinho após o nascimento. Além disso, a criança com glaucoma pode apresentar os seguintes sintomas:

 

  • Olhos embaçados;

  • Sensibilidade à luz;

  • Lacrimejamento excessivo;

  • Globo ocular aumentado;

  • Córnea grande e opaca.  

 

Muito mais do que saber os tipos de glaucoma, é importante estar atento à saúde dos seus olhos. Por ser muitas vezes silencioso e de evolução lenta, a doença pode passar despercebida, só chamando a atenção do paciente quando a visão começa a ficar afetada, muitas vezes de forma irreversível.

 

Quer saber mais sobre a doença? Aproveite então e faça o download do e-book “Guia Completo Sobre Glaucoma”. Nele você encontra todas as informações sobre o distúrbio, assim como as causas, sintomas e tratamentos. Clique aqui e acesse o material exclusivo da UPO Oftalmologia.

 

A melhor maneira de prevenir o glaucoma e outras doenças oculares é visitar regularmente o médico Oftalmologista.

 

 

Nestes momentos conte com a UPO Oftalmologia.

 

 

 

Marque a sua consulta na UPO. São 8 unidades em São Paulo e no ABC Paulista para melhor te atender.

 

Visite o nosso site e encontre a clínica mais perto de você: www.upo.com.br.

Estamos te esperando.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

E-book: Cirurgia Refrativa - O que é, quem pode fazer e como funciona

July 26, 2018

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload